Boleto Falso em nome da Registro.br

boleto-falso-registro-br-fraude-agencia-phx-marketing-digital-1Atenção aos boletos que você  paga achando que é da Registro.br


Cobranças falsas não param de chegar aos usuários do Registro.br


Já não é de hoje que circulam na internet matérias informativas sobre os boletos falsos emitidos em nome da Registro.br, empresa responsável pelo registro e manutenção dos nomes de domínios que usam o “.br”.

Mesmo após inúmeras denúncias feitas pelas vítimas, os estelionatários continuam a emitir a cobrança e, para enganar ainda mais as pessoas, utilizam diversos nomes que se aproximam do original. Sendo assim, é possível receber boletos das seguintes “empresas”: registrar.br.com, br.registro.com, Registro.Brasil, br.registro, entre outras denominações.

Os usuários da Registro.br sabem que é necessário renovar o domínio de seu site anualmente ou de 10 em 10 anos dependendo da forma que foi escolhido na contratação e o não cumprimento dessa regra implicará em uma série de transtornos como, por exemplo, a suspensão do serviço e, até mesmo, a perda do direito de ter aquele nome que identifica a sua empresa na internet. Diante disso, ao receber um boleto cobrando o registro e/ou a manutenção do domínio, as pessoas querem pagá-lo o quanto antes para não passar por esses imprevistos, ainda mais por se tratar de valores baixos.

No entanto, é necessário ficar atento, já que a Registro.br não envia mais aos usuários o boleto,  “Desde 25/10/2010 deixamos de enviar boletos aos titulares dos domínios no .br e passamos a expedir somente uma carta de aviso de  cobrança informando o usuário de que  ele deve acessar o  site do Registro.br, utilizando seu login e senha, para efetuar o pagamento”, explica Kelli Angelini, gerente da assessoria jurídica do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR).

Desde que a empresa começou a ser notificada sobre esse problema, ela tem se mobilizado por meio de campanhas e avisos em sua página oficial. Essas ações já alertaram os usuários que, ao receber um boleto suspeito, já sabem como proceder e apenas denunciam o ocorrido.

A NIC.br/Registro.br, ao obter uma denúncia, inicia um protocolo de análise do boleto falso “Solicitamos ao usuário o envio do boleto para que possamos analisar a similaridade com a carta de cobrança enviada pelo NIC.br  (Registro.br). Verificamos, também, os detalhes do descritivo do boleto para averiguar se utilizaram a logomarca do NIC.br/Registro.br, bem como se a oferta de serviços é a mesma. Observamos, ainda, se há indícios de outras semelhanças que possam induzir as pessoas ao erro”, ressalta Kelli (gerente da assessoria jurídica do NIC.br).”

Caso haja similaridades, a NIC.br notifica a empresa que envia os boletos para que os mesmos cessem o envio e a utilização da logomarca “Além disso, apresentamos denúncia ao Ministério Público do Estado de São Paulo, para que apure a prática de crime contra os consumidores, e a Polícia Civil (geralmente ao DEIC - Delegacia Especializada em Investigações de Crimes Cibernéticos) para que apure a prática de eventual crime como, por exemplo, estelionato” diz a gerente da assessoria jurídica da NIC.br.

 

 A importância de ter uma assessoria em marketing digital

Dois anos atrás, Rodrigo Amorim, publicitário e professor universitário, foi uma das vítimas dessa fraude. Dono de uma agência de publicidade off line, ele recebeu a cobrança e logo de cara estranhou o valor “ Estranhei o valor, pois o preço de uma renovação de domínio gira em torno de, aproximadamente, R$ 30,00 ou R$ 40,00 e o boleto que chegou a mim cobrava cerca de R$ 100,00. Fiquei na dúvida se era uma renovação ou se era uma hospedagem”, explica ele.

golpe-do-boleto-falso-registro.brA correria do dia a dia e o fato de os estelionatários elaborarem um boleto bem parecido com o original confundem as pessoas que não tem experiência no assunto. Por isso que, ao receberem a cobrança, muitas delas não se atentam aos pequenos detalhes.

Somente após o pagamento do boleto é que Rodrigo Amorim informou a agência PHX (Agência de Marketing digital), responsável pela parte técnica do site de sua empresa. Ele queria passar o comprovante da quitação aos profissionais que cuidam de sua página online, tendo em vista não ter problemas futuros. Nesse momento é que soube da fraude. “Eu achei que era importante a agência saber que eu havia pago e, até mesmo, enviar o comprovante a eles para que nosso site não ficasse fora do ar. Foi nesse momento que eles me questionaram sobre o valor pago e sobre a empresa. Fiquei sabendo que era uma fraude”, diz ele.

Para Rodrigo Amorim é fundamental que se tenha uma empresa parceira para que, quando acontecer problemas como esse, eles possam assessorar quem não têm experiência com o assunto “Eles verificaram nos registros, e por isso eu falo de ter uma empresa parceira, que não estava no período de renovação”

Diante de golpes cada vez mais elaborados é preciso que as pessoas tenham cuidado e prestem atenção aos boletos que recebem. Caso o indivíduo tenha contratado os serviços de uma agência especializada é muito importante que, ao surgirem dúvidas sobre o que deve ou não pagar, os questione sobre a veracidade das cobranças “A sensação foi a de ter sido realmente enganado, de descontentamento. Você percebe que até nessas pequenas coisas, em pequenos valores, as pessoas se aproveitam. É preciso tomar cuidado e ter pessoas para te assessorar, pois, infelizmente, a gente está sujeito a esse tipo de coisa”, finaliza Rodrigo Amorim.

Por Agência PHX Marketing Digital
Ana Paula Rego

ESTA MATÉRIA QUE VOCÊ ACABOU DE LER, VIROU DESTAQUE NO SITE DA NIC.BR / REGISTRO.BR
(Núcleo de Informação e Coordenação do ponto BR)

www.NIC.br/noticias/boleto-falso-em-nome-da-registro-br


Veja Também